Aula 18 – Scikit-Learn – Reconhecimento facial – Avaliação qualitativa

More videos
   

Aula 18 – Scikit-Learn – Reconhecimento facial – Avaliação qualitativa

Voltar para página principal do blog

Todas as aulas desse curso

Aula 17              Aula 19

Script dessa aula:

Download do script da aula

Documentação oficial do Sklearn:

https://scikit-learn.org/stable/

Reconhecimento facial - Avaliação qualitativa do modelo

Reconhecimento facial – Avaliação qualitativa do modelo

Se gostarem do conteúdo dêem um joinha 👍 na página do Código Fluente no
Facebook

Link do código fluente no Pinterest

Meus links de afiliados:

Hostinger

Digital Ocean

One.com

Essa aula é baseada no trabalho apresentado no:

Labeled Faces in the Wild: A Database for Studying Face Recognition in Unconstrained Environments Gary B. Huang,Manu Ramesh, Tamara Berg, and Erik Learned-Miller

Para o download da base LFW é só clicar nesse link abaixo:

https://scikit-learn.org/stable/auto_examples/applications/plot_face_recognition.html

Ou da fonte original

http://vis-www.cs.umass.edu/lfw/

Dicas de livros relacionados:

                                  

Avaliação qualitativa do classificador

Antes, vamos lembrar o que fizemos na aula passada.

Avaliação Quantitativa do Modelo

Os dois métodos quantitativos mais utilizados para análise de dados são estatística descritiva e estatística inferencial.

A estatística descritiva (também conhecida como análise descritiva) geralmente é o primeiro nível da análise.

Isso ajuda os pesquisadores a resumir os dados e encontrar padrões.

Algumas estatísticas descritivas usadas com frequência são:

  • Média : média numérica de um conjunto de valores.
  • Mediana : ponto médio de um conjunto de valores numéricos.
  • Moda : valor mais comum entre um conjunto de valores.
  • Porcentagem : proporção de uma quantidade ou grandeza em relação a uma outra avaliada sobre a centena.
  • Frequência : o número de vezes que um valor é encontrado.
  • Intervalo : o valor mais alto e mais baixo em um conjunto de valores.

Foi o que fizemos na aula passada.

Análise qualitativa

Nessa aula trataremos a parte do código referente a análise qualitativa do classificador criado, a parte em laranja no código abaixo.

Métodos Qualitativos de Análise de Dados

Vários métodos estão disponíveis para analise de dados qualitativos.

Os métodos mais usados ​​são:

  • Análise de conteúdo: este é um dos métodos mais comuns para analisar dados qualitativos, é usado para analisar informações documentadas na forma de textos, mídia ou mesmo itens físicos.
  • Análise narrativa: esse método é usado para analisar o conteúdo de várias fontes, dados textuais garimpados de variadas maneiras: pesquisas, crawlers, etc.
  • Análise do discurso: a análise do discurso ou narrativa, é usada para analisar as interações com as pessoas, no entanto, concentra-se em analisar o contexto social em que ocorreu a comunicação.
  • Teoria fundamentada: refere-se ao uso de dados qualitativos para explicar por que um determinado fenômeno aconteceu, isso é feito estudando uma variedade de casos semelhantes em diferentes configurações e usando os dados para derivar explicações da causa.

No caso aqui do exemplo da classificação das faces, usaremos o matplotlib para previsões da qualidade do modelo, plotando algumas imagens das faces, mostrando o valor correto e o valor previsto para as faces alvo.

Mostrando também algumas eingefaces.

Na verdade, são mostradas apenas 12 imagens, já que plot_gallery() foi definida dessa forma:

plot_gallery(images, titles, h, w, n_row=3, n_col=4)

Então, 3 X 4 = 12, serão plotadas 12 imagens apenas .

Façam o teste trocando esses números.

Código completo


"""
================================
Faces recognition example using eigenfaces and SVMs
================================

An example showing how the scikit-learn can be used to faces recognition with eigenfaces and SVMs

================================
================================

================================
Exemplo de reconhecimento de faces usando autofaces e SVMs
================================

Exemplo mostrando como o scikit-learn pode ser usado para reconhecimento de faces com autofaces e SVMs
"""
from time import time
import logging
import matplotlib.pyplot as plt

from sklearn.model_selection import train_test_split
from sklearn.model_selection import GridSearchCV
from sklearn.datasets import fetch_lfw_people
from sklearn.metrics import classification_report
from sklearn.metrics import confusion_matrix
from sklearn.decomposition import PCA
from sklearn.svm import SVC

print(__doc__)

# O logging exibe o progresso da execução no stdout
# adicionando as informações de data e hora
logging.basicConfig(level=logging.INFO, format='%(asctime)s %(message)s')

# #############################################################################
# Download dos dados, se ainda não estiver em disco e carregue-a como uma matriz numpy
lfw_people = fetch_lfw_people(min_faces_per_person=70, resize=0.4)

# Inspeciona as matrizes de imagens para encontrar os formatos das imagens( para plotagem )
n_samples, h, w = lfw_people.images.shape

# para aprendizado de máquina, usamos 2 dados diretamente( esse modelo ignora
# informações relativas a posição do pixel )
X = lfw_people.data
n_features = X.shape[1]

# A rótulo( label ) a prever é o ID da pessoa
y = lfw_people.target
target_names = lfw_people.target_names
n_classes = target_names.shape[0]

print("Total dataset size:")
print(f"n_samples: {n_samples}")
print(f"n_features: {n_features}")
print(f"n_classes: {n_classes}")

# #############################################################################
# Divide a base em um conjunto de treinamento e um conjunto de teste usando k fold
# 25% da base para o conjunto de teste os 75% restantes para o treino
# random_state é para inicializar o gerador interno de números aleatórios
# Definir random_state com um valor fixo garantirá que a mesma sequência de números 
# aleatórios seja gerada cada vez que você executar o código
X_train, X_test, y_train, y_test = train_test_split(
    X, y, test_size=0.25, random_state=42)

# #############################################################################
# Computa o principal component analysis - PCA (eigenfaces) na base de faces 
# ( tratado como dataset não rotulado ): extração não supervisionada / redução de dimensionalidade
n_components = 150
print(f"Extracting the top {n_components} eigenfaces from {X_train.shape[0]} faces")
# t0 guarda o tempo zero, para cálculo do tempo de execução do PCA
# O cálculo é feito no time() - t0 do print da linha 81
t0 = time()
pca = PCA(n_components=n_components, svd_solver='randomized',
          whiten=True).fit(X_train)
print("done in {0:.3f}s".format(time() - t0))

eigenfaces = pca.components_.reshape((n_components, h, w))

print("Projecting the input data on the eigenfaces orthonormal basis")
t0 = time()
X_train_pca = pca.transform(X_train)
X_test_pca = pca.transform(X_test)
print("done in {0:.3f}s".format(time() - t0))

# #############################################################################
# Treinando um modelo de classificação SVM

print("Fitting the classifier to the training set")
t0 = time()
param_grid = {'C': [1e3, 5e3, 1e4, 5e4, 1e5],
              'gamma': [0.0001, 0.0005, 0.001, 0.005, 0.01, 0.1], }
clf = GridSearchCV(SVC(kernel='rbf', class_weight='balanced'), param_grid)
clf = clf.fit(X_train_pca, y_train)
print("done in {0:.3f}s".format(time() - t0))
print("Best estimator found by grid search:")
print(clf.best_estimator_)

# #############################################################################
# Avaliação quantitativa da qualidade do modelo sobre o conjunto de testes

print("Predicting people's names on the test set")
t0 = time()
y_pred = clf.predict(X_test_pca)
print("done in {0:.3f}s".format(time() - t0))

print(classification_report(y_test, y_pred, target_names=target_names))
print(confusion_matrix(y_test, y_pred, labels=range(n_classes)))

# #############################################################################
# Avaliação qualitativa das previsões usando matplotlib

def plot_gallery(images, titles, h, w, n_row=3, n_col=4):
    """Helper function to plot a gallery of portraits"""
    plt.figure(figsize=(1.8 * n_col, 2.4 * n_row))
    plt.subplots_adjust(bottom=0, left=.01, right=.99, top=.90, hspace=.35)
    for i in range(n_row * n_col):
        plt.subplot(n_row, n_col, i + 1)
        plt.imshow(images[i].reshape((h, w)), cmap=plt.cm.gray)
        plt.title(titles[i], size=12)
        plt.xticks(())
        plt.yticks(())

# Plota o resultado da previsão em uma parte do conjunto de testes
def title(y_pred, y_test, target_names, i):
    pred_name = target_names[y_pred[i]].rsplit(' ', 1)[-1]
    true_name = target_names[y_test[i]].rsplit(' ', 1)[-1]
    return f'predicted: {pred_name}\ntrue:      {true_name}'

prediction_titles = [title(y_pred, y_test, target_names, i)
                     for i in range(y_pred.shape[0])]

plot_gallery(X_test, prediction_titles, h, w)

# plota a galeria das autofaces mais significativas
eigenface_titles = [f"eigenface {i}" for i in range(eigenfaces.shape[0])]
plot_gallery(eigenfaces, eigenface_titles, h, w)
# inicia um loop de eventos, procura todos os objetos de figura ativos 
# no momento e abre uma ou mais janelas interativas que exibem sua figura 
# ou figuras
plt.show()

Analisando a parte em laranja do código

Função plot_gallery()

A função plot_gallery recebe as imagens do conjunto de teste, já com PCA, os títulos previstos, a altura e a largura e define que as imagens serão mostradas em 3 linhas e 4 colunas.

Imagens plotadas pela plot_gallery

Imagens plotadas pela plot_gallery

Depois temos plt.figure e plt.subplots_adjust com alguns parâmetros.

Os parâmetros do plt.figure são para ajuste do tamanho das fotos na plotagem.

E os parâmetros do plt.subplots_adjust definem o espaçamento entre as fotos.

Com o plt.figure criamos uma instância de uma foto usando matplotlib.pyplot.figure (), que é um método conveniente para instanciar Figuras e conectá-las à interface do usuário ou ao FigureCanvas do kit de ferramentas de desenho.

Em seguida temos um loop for no range de número de linhas(3) vezes o número de colunas(4), ou seja, no range(12).

Dentro do loop for da plot_gallery()

Subplot

Em plt.subplot(n_row, n_col, i + 1), os parâmetros indicam o número total de linhas, colunas e o terceiro parâmetro é o índice da figura.

O index começa em 1 no canto superior esquerdo e aumenta para a direita.

O primeiro subplot é a primeira coluna da primeira linha, o segundo subplot é a segunda coluna da primeira linha e assim por diante.

O index começa em 1, por isso o i + 1 em plt.subplot(n_row, n_col, i + 1).

Usando com i apenas, vai dá o seguinte erro:

ValueError: num must be 1 <= num <= 12, not 0

imshow

A função matplotlib imshow() cria uma imagem a partir de uma matriz numpy bidimensional.

A imagem terá um quadrado para cada elemento da matriz.

A cor de cada quadrado é determinada pelo valor do elemento da matriz correspondente e pelo mapa de cores usado por imshow(), no caso do nosso exemplo, o mapa plt.cm.gray.

cmap

cmap

O cmap vai mapear os valores numéricos para cada quadrado (pixel) correspondente, referentes as intensidades das cores vermelho, verde e azul entre 0 e 1, se for imagem colorida , ou intensidade de cinza se for preto e branco.

Quando uma imagem tem forma (M,N,3)ou (M,N,4), os valores são interpretados como valores RGB ou RGBA.

Nesse caso, o cmap é ignorado.

No exemplo que estamos trabalhando das imagens de faces, o formato das imagens é uma matriz M X N.

Vamos pegar uma imagem qualquer, a da posição 2 no conjunto de teste pra ver a matriz.


X_test[2].reshape((h, w))

Saída:

array([[ 70. , 111.333336, 128.33333 , …, 130.33333 , 117.666664,
91.666664],
[ 76. , 117.666664, 125.333336, …, 138.66667 , 138.66667 ,
118.666664],
[ 93.666664, 118. , 119. , …, 142. , 150.66667 ,
140.33333 ],
…,
[ 38.333332, 42. , 37. , …, 128.66667 , 168. ,
181.33333 ],
[ 38. , 40. , 37. , …, 145.66667 , 184.66667 ,
175. ],
[ 39.333332, 37.333332, 35. , …, 172.66667 , 185.33333 ,
172. ]], dtype=float32)

Vamos plotar a imagem 2?


plt.imshow(X_test[2].reshape((h, w)), cmap=plt.cm.gray)
plt.show()

Faça testes trocando o índice da foto.

Enfim, voltando, no caso do exemplo que estamos vendo, como temos uma matriz de forma (M,N), o cmap é quem controla o mapa de cores usado para exibir as imagens.

title

A plt.title() define um título para os eixos.

Ela tem um parâmetro plt.title(titles[i], size=12), que se refere ao tamanho da fonte do título.

ticks

xticks() # Obtém as localizações e as etiquetas(labels) do eixo X.

yticks() # Obtém as localizações e as etiquetas(labels) do eixo Y.

Com isso encerramos a análise da função plot_gallery()

Função title()

A linha pred_name = target_names[y_pred[i]].rsplit(‘ ‘, 1)[-1] pega os nomes que o modelo previu.

Já em true_name = target_names[y_test[i]].rsplit(‘ ‘, 1)[-1] pega os nomes corretos.

Para entender melhor as linhas acima, imagine que:

target_names[y_pred[i]] = ‘George W Bush’

Definir o parâmetro maxsplit como 1 no .rsplit(‘ ‘, 1), retornará uma lista com 2 elementos [‘George W’, ‘Bush’].

O primeiro elemento é a string ‘George W’  e o segundo ‘Bush’.

E o [ -1] do .rsplit(‘ ‘, 1)[-1], pega só o último elemento, nesse caso, só o ‘Bush’.

No final a função retorna f’predicted: {pred_name}\ntrue: {true_name}’

Ou seja, uma lista tipo: [‘predicted: Bush\ntrue: Bush’, ‘predicted: Bush\ntrue: Bush’, ‘predicted: Blair\ntrue: Blair’, ‘predicted: Bush\ntrue: Bush’, ‘predicted: Bush\ntrue: Bush’, ‘predicted: Bush\ntrue: Bush’, ‘predicted: Schroeder\ntrue: Schroeder’, ‘predicted: Powell\ntrue: Powell’, ‘predicted: Bush\ntrue: Bush’, ‘predicted: Bush\ntrue: Bush’, ‘predicted: Bush\ntrue: Bush’, ‘predicted: Bush\ntrue: Bush’, ‘predicted: Bush\ntrue: Bush’, ‘predicted: Bush\ntrue: Blair’, ‘predicted: Bush\ntrue: Bush’, ‘predicted: Bush\ntrue: Bush’, ‘predicted: Bush\ntrue: Bush’, ‘predicted: Bush\ntrue: Bush’, ‘predicted: Bush\ntrue: Bush’, ‘predicted: Schroeder\ntrue: Schroeder’, ‘predicted: Powell\ntrue: Powell’…]

Aqui encerramos a análise da title()

Chamadas da title()

Agora temos a linha:

prediction_titles = [title(y_pred, y_test, target_names, i) for i in range(y_pred.shape[0])]

Foi usado List Comprehension, para preencher o prediction_title.

O target_names são nossas classes alvo:

[‘Ariel Sharon’, ‘Colin Powell’, ‘Donald Rumsfeld’, ‘George W Bush’,’Gerhard Schroeder’, ‘Hugo Chavez’, ‘Tony Blair’]

O y_pred são os valores que o modelo previu na hora que fizemos a avaliação quantitativa.

O y_test são os valores corretos para que possamos avaliar nosso classificador e saber se ele tá acertando, ou o quanto ele tá acertando e o quanto tá errando.

Primeira chamada da plot_gallery()

Em seguida temos a primeira chamada da nossa plot_gallery(X_test, prediction_titles, h, w).

Para ela será passado o X_test, que é a parte da base em que o classificador não foi treinado, portanto, o classificador não conhece esses dados.

O prediction_titles guarda a lista retornada pela função title(), mostrada parcialmente acima em verde.

O h (altura) e o w (largura) foram pegos logo no início do código em:

n_samples, h, w = lfw_people.images.shape

Segunda chamada da plot_gallery()

Antes da segunda chamada temos: eigenface_titles = [f”eigenface {i}” for i in range(eigenfaces.shape[0])]

Essa linha vai colocar em cada imagem: eigenface 0, eigenface 1, eigenface 2 …

Em seguida a segunda chamada da plot_gallery() passando: a eigenfaces (que foi resultado do PCA), eigenface_titles (resultado da linha anterior), a altura(h) e a largura(w).

plt.show()

Por fim, plt.show(), ela inicia um loop de eventos, procura todos os objetos de figura ativos no momento e abre uma ou mais janelas interativas que exibem sua figura ou figuras.

Ficamos por aqui, com essa aula encerramos a explicação do código:

https://scikit-learn.org/stable/auto_examples/applications/plot_face_recognition.html

Voltar para página principal do blog

Todas as aulas desse curso

Aula 16              Aula 18

Link do meu Github com o script dessa aula:

Download do script da aula

Se gostarem do conteúdo dêem um joinha 👍 na página do Código Fluente no
Facebook

Link do código fluente no Pinterest

Novamente deixo meus link de afiliados:

Hostinger

Digital Ocean

One.com

Obrigado, até a próxima e bons estudos. 😉

 

 

 

 

 

 

 

(Visited 34 times, 1 visits today)
About The Author
-

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>