Aula 02 – Criando, listando e excluindo objetos na memória

More videos
Views
   

Curso básico de programação em R.

Aula 02 – Criando, listando e excluindo objetos na memória

Curso de R - Criando, listando e excluindo objetos na memória

Criando, listando e excluindo objetos na memória

COMO R TRABALHA

Criando, listando e excluindo objetos na memória.

R é uma linguagem de script, não é compilada, os comandos são executados diretamente, sem a necessidade de construir um programa completo como nas linguagens C, Fortran, Pascal, etc.

Quando R está em execução, as variáveis, dados, funções, resultados, etc. São armazenados em memória na forma de objetos.

O usuário pode fazer ações sobre esses objetos com operadores (aritmético, lógico, Comparação, . . . )

As funções (também são objetos).

Todas as ações em R são feitas em objetos armazenados na memória ativa do computador, nenhum arquivo temporário é usado.

Leituras e escritas em arquivos são usados para entrada e saída de dados e resultados.

O usuário executa as funções através de alguns comandos. Os resultados são exibidos diretamente na tela, armazenado em um objeto ou escrito em disco (particularmente em gráficos)

Como os resultados são objetos, eles podem ser considerados como dados e analisados como tal. Os arquivos de dados podem ser lidos a partir do disco local ou de um servidor remoto através da Internet.

Esquema de funcionamento do R

As funções disponíveis para o usuário são armazenadas em uma biblioteca em disco em um diretório chamado R HOME / library (R HOME é o diretório onde R está instalado).

Este diretório contém pacotes de funções, estruturados em diretórios. O pacote chamado base é de certa forma o núcleo de R e contém as funções básicas da linguagem, particularmente, para leitura e manipulação de dados.

Cada pacote tem um diretório chamado R, com o nome do pacote (por exemplo, para a pacote base, este é o arquivo:

R_HOME/library/base/R/base. Esta pasta contém todas as funções do pacote base.

Digitando o comando:

n <- 10

Foi atribuído a n o valor 10.

Se digitar:

n

A saída será:

[1] 10

Este comando é um uso implícito da função print, isso é semelhante ao print (n) (em algumas situações, a função print deve ser usado explicitamente, como dentro de uma função ou em um loop).

O nome de um objeto deve começar com uma letra ( A – Z e a –z ) e pode incluir letras, dígitos ( 0 – 9 ), pontos ( . ) e sublinhados ( _ ).

R discrimina entre letras maiúsculas e letras minúsculas nos nomes dos objetos, assim x e X podem nomear dois objetos distintos ( mesmo sob Windows ).

Um objeto pode ser criado com o operador ” assign”que é escrito com uma seta e um sinal de menos.

n <- 15

pode ser orientado da esquerda para a direita ou o reverso:

5 -> n

 

(Visited 172 times, 1 visits today)
About The Author
-

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>